BIO.COMBRASIL

testeira900pxlv5

 

Apresentação

De forma inédita, o Estado de Santa Catarina sediou o simpósio internacional BIO.COMBRASIL – Biomassa Sólida, Tecnologias e Negócios,  entre os dias 12 e 13 de novembro de 2015 no auditório da FIESC Rod. Admar Gonzaga, 2765 – Itacorubi, Florianópolis – SC, 88034-001. Tratou-se de um evento empresarial e tecnológico que teve por objetivos:

 

Ao final do evento se visa obter a consolidação das parcerias inter-institucionais privadas e públicas, através do delineamento das políticas públicas e dimensionamento dos investimentos necessários para implementar ações facilitadoras do desenvolvimento do setor.

Este evento exclusivo vai trazer visões e fomentar a discussão com os membros líderes de diversas instituições relacionadas à promoção do setor do biocombustível sólido.

Realização:    BIOFAIR Gestão Estratégica e Sustentável  e IBIOM – Instituto da Biomassa Energética

 

Programação

 

BIO.COMBRASIL

Local: FIESC (Federação das Industrias do Estado de Santa Catarina)

 

Relatoria e Mediadores

 

Daphiny Pottmaier | Kurt Heerdt | Marli Luisa Juárez  | Martha Brand  |Hans Kleine | Amir Antônio Martins de Oliveira Jr | Jose Dílcio Rocha | Guilherme Pedroni

 

Dia 12/11/2015

 

8:00 –  Credenciamento                |             8:30 – Abertura

 

9:10 – 10:20 Temática 1: “A Realidade e Perspectivas para Biomassa Sólida como Energia Renovável” 

20 min. Como atuam as instituições européias na direção do fortalecimento da cadeia de valor da bioenergia

Arnaldo Cesar da Silva Walter, Docente da Engenharia Mecânica da Unicamp,  pós doutorado no National Renewable Energy Laboratory (NREL), EUA, King’s College, Inglaterra e KTH, Suécia. Representante do Brasil em projeto no IEA Bioenergy (TASK 40) relacionado ao comércio internacional da bioenergia.  

 

20 min. Cenário  atual e perspectivas para a produção e consumo de energia da biomassa sólida no Brasil

João Antonio Moreira Patusco – Núcleo de Estudos Estratégicos de Energia  -Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético – SPE – Ministério de Minas e Energia- MME 

 

30 min Mesa Redonda:

Moderador: Amir Antônio Martins de Oliveira Junior – Coordenador do Laboratório de Combustão/LabCet UFSC

 

Perguntas publico

 

10:20 – 10:40 Coffee Break

 

10:40 – 11:50 Temática 2: “Políticas públicas e parcerias público-privadas  para  a promoção do setor”

40  min. As Políticas Públicas e as PPP para o incentivo do uso da biomassa sólida e como esses instrumentos contribuem para o desenvolvimento do setor. 

Carolina Andrade, Diretora do Instituto SENAI  de Inovação Biomassa / SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial –  Três Lagoas/MS

Joésio Siqueira – Vice Presidente da STCP Engenharia de Projetos

30 min. Mesa Redonda

 

Perguntas Publico

 

12:00 às 13:30 – Intervalo para Almoço

 

13:30 às 15:00 Temática 3: “O papel da biomassa na Indústria “

O melhor aproveitamento da biomassa florestal e residual para geração de energia, como diferencial para uma indústria mais responsável e competitiva.

Cases de empresas: (15 min. para cada empresa)

Moderador: Edson Bazzo – Coordenador do curso de Engenharia Mecânica /UFSC

Perguntas Público

 

15:00 – 16:00 Temática 4: “Pesquisa de apoio ao setor”

30 min. Como atuam os centros tecnológicos e as universidades da Europa na promoção do uso dos biocombustíveis sólidos em empreendimentos turísticos, comércios, indústrias na melhoria da eficiência energética.

Daniel Jose Vega – Engenheiro Florestal pela Universidade de Vigo (Espanha) – Atualmente dedicado com o tema qualidade do pellet na  Faculdade de Ciências Florestais da Universidade Juárez do Estado de Durango ( México)

 

40 min. Mesa Redonda

 

Moderador: Matheus Fontanelle – Docente do Curso de Eletromecânica e Eletrotécnica / IFSC Lages

 

Perguntas publico

 

16:10 – 16:30 Coffee Break

 

16:30 – 17:30 Temática 5: “Estratégias para o setor no Brasil “

30 min. As políticas públicas nos diversos setores relacionados a energia da biomassa agrícola e florestal e quais as  estratégia de apoio para a  produção,  consumo, o desenvolvimento  tecnológico para o segmento.

 Fernando Castanheira Neto – Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República

30 min. Mesa redonda

Moderador: Marco Tuoto – TreeFlorestal

 

Perguntas Publico

 

Dia 13/11/2015

9:00 10:30Temática 6 – “Perspectivas  do Estado de Santa Catarina dentro do setor de biomassa”

 

20 min. Pellet e Briquete: Compactados de biomassa para a geração de energia, implantação de um Centro Avançado de Estudos em SC, e a normatização desses produtos.  Projetos Fapesc/CAV UDESC. Martha Andrea Brand – UDESC.

 

20 min. Balanço Energético de Santa Catarina – Consumo de energia no setor industrial do Estado. LabCET- Laboratório de Combustão e Engenharia de Sistemas Térmicos do Departamento Engenharia Mecânica da UFSC, com apoio do Ministério de Minas e Energia e coordenação da Secretaria de Estado do Planejamento. Edson Bazzo- UFSC

 

10 min. Programa SC + Energia –   João de Nadal – Coordenador do Programa SDS/SC

 

10 min. Lançamento do IBIOM – Instituto da Biomassa Energética a ser implantado em Santa Catarina com vista a promover parcerias, cooperações e negócios entre instituições dos setores públicos e privados; a nível estadual, nacional e internacional. Marli Luisa Juárez – BIOFAIR

 

30 min. Mesa Redonda

 

Perguntas Publico

 

10:30 às 11:00 – Coffee break

 

11:00 às 11:30 – Temática 7:  “Mecanismos de fomento para o desenvolvimento tecnológico na área da biomassa energética”.

Hudson Lima Mendonça, Analista do Departamento de Agronegócios e Alimentos (DAGN)  FINEP –  Financiadora de Estudos e Projetos,  Empresa pública vinculada ao MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação)

Mesa Redonda:

 

11:00 às 13:00  –Construção de uma agenda positiva para o setor

Agenda Colaborativa para o fortalecimento, desenvolvimento e inovação do uso da biomassa sólida

“Qualquer setor tem necessidade de levantar, de tempos em tempos, as suas necessidades e prioridades. A partir destes dados fica mais fácil indicar a direção dos próximos passos de seu desenvolvimento, ou seja, organizar a sua agenda positiva. Ela tem mais validade quando é construída de forma coletiva, durante um evento que reúne os diversos segmentos que compõe o setor, como é o caso deste Simpósio.”

Com a participação de convidados: Pesquisadores, Setor empresarial,  Representantes dos setores: florestal e agrícola; Governo Federal e Ministérios (MAPA, SAE, MME); Estadual: Secretaria de Agricultura, Planejamento e Desenvolvimento Econômico; Instituições de pesquisa, (EMBRAPA, CONFAP),  fomento e financiamento (FINEP, BNDES, BADESC) dentre outros.

 

13:00 às 17:00– Almoço –  Reuniões Técnicas e de Negócios

Promover a integração e oportunidades de: Cooperação para Pesquisa Tecnológica; Produção Biomassa solida/ Pellets/ Equipamentos; Comercialização/ Exportação e networking para acelerar parcerias,  colaborações e contará inclusive com a participação dos convidados internacionais.

 

Publico Alvo

Podemos destacar os seguintes segmentos que devem se beneficiar do evento: